Paulo Eiró

O Homem e o Poeta
(Esboço Sumário)

paulo_eiro_Fotor

1. Paulo Eiró (Paulo Emílio de Salles Eiró), nasceu em Santo Amaro, no dia 15 de Abril de 1836. É filho de Francisco Antônio das Chagas.
Francisco das Chagas, no início da década de 40, do séc. XIX, fez-se professor em Santo Amaro.
Paulo Eiró, menino, estudou com sua pai e com Ricardo Leão Sabino, uma inteligência privilegiada.
Paulo Eiró formou-se na Escola Normal, em 1855, com 19 anos. Passou a lecionar num colégio.

2. Em 1860 apareceram-lhe os primeiros indícios de perturbação mental. Nessa época cursava o 2º ano da Faculdade de Direito.
Abandonou os estudos e voltou para casa.
Resolveu estudar no Seminário Episcopal de São Paulo, onde ficou pouco tempo.
A perturbação mental se agravou. Em 1865 foi internado num manicômio. Aí faleceu o nosso poeta, no dia 27 de Junho de 1871, com 35 anos.
Teve mais de dez anos de perturbação mental. Ficou seis anos recluso.
Assim viveu e assim morreu, tão promissor, privilegiado e desditoso homem de letras, honra de sua terra natal.

3. Paulo Eiró foi contemporâneo de grandes poetas brasileiros, na época do Romantismo.
Com alguns teve uma vida breve.
Gonçalves Dias: nasceu em 1823 e morreu em 1864.
Casimiro de Abreu: nasceu em 1839 e morreu em 1860.
Álvares de Azevedo: nasceu em 1831 e morreu em 1852.
Castro Alves: nasceu em 1847 e morreu em 06/07/1871.
Paulo Eiró: nasceu em 1836 e morreu aos 27/06/1871.

4. Paulo Eiró produziu seu rico patrimônio intelectual, dos 15 aos 25 anos.
Foi aos 25 anos que se revelaram os primeiros sinais de demência.
Paulo Eiró adquiriu um acervo notável de conhecimentos e de competências.
Tinha um bom domínio da língua portuguesa e ainda estudou latim, grego, inglês, francês e alemão, além de filosofia, história e religião.
Gostava de ler poesia, teatro e romance.
Produziu um respeitável rol de obras poéticas que chegaram até nós. Muitas se perderam. Alguns ele mesmo os destruiu.
Produziu algumas composições teatrais, das quais só foi preservada uma, o drama “Sangue Limpo”, publicada por seu irmão, o Padre Casimiro.

5. Apreciação Geral.
Paulo Eiró foi uma pessoa nobre, uma inteligência privilegiada, um espírito voltado para os superiores valores da humanidade.
Teve uma cultura ampla e muito sólida.
Foi uma pessoa iluminada, uma pessoa eleita para grande missão, uma criatura de grande dignidade e muito atenta à vida.
Foi uma homem persistente e de muita esperança, mesmo nas horas amargas.
Paulo Eiró é pouco lembrado porque, nesta terra, e talvez em todas as terras, as pessoas simples e discretas, ainda que gênios, são valorizados por poucos e desdenhadas por muitos.
É preciso estancar esta injustiça do passado, ao grande Santamarense, obra de incultos e de invejosos.
Na noite que sobre ele se abate, acendemos uma luz, que iluminará o espaço turbo.
Lembremos o que diz o poeta, no poema “Pirilampo”:
“Silêncio também, mancebo,
que tens da lira o condão!
Sufoca a febre insensata
que te lavra o coração.
Quando mais profunda a noite
maior será o teu clarão”.

6. Paulo Eiró bem merece o grande carinho e respeito que Júlio Guerra lhe dedicou.
Este respeito se destaca no painel que criou, diante do Teatro Paulo Eiró.
Júlio Guerra tinha alguma preferência por alguns versos do poema: “Sobrado”.
“O homem sonha monumentos
e só ruínas semeia,
para pousada dos ventos”.
Júlio Guerra gravou estes versos em pedra, no obelisco, da Praça Floriano Peixoto, e no painel, em frente ao Teatro Paulo Eiró.

7. Nosso poeta merece o carinho de seu povo de Santo Amaro, onde nasceu e se criou.
Merece ser sempre celebrado, em sua obra, por jovens e adultos.
Na história de São Paulo destacam-se quatro nomes, entre outros:
– Um grande Bandeirante: Borba Gato.
– Um Santo: O Pe. Balchior de Pontes.
– Um Poeta: Paulo Eiró.
– Um Escultor: Júlio Guerra.
São quatro nomes Santamarenses que projetam seu nome, para além do tempo e do espaço; são quatro imortais, perpetuados por sua obra, em benefício da humanidade.

8. Poemas em Destaque:
Sobrado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: