MARCAS/ÍCONES DE SANTO AMARO

1. Estátua: Borba Gato – Bandeirante:

FOTOGRAFIAS março 2010 113_Fotor

2. Igreja de Santo Amaro (Catedral):

SAM_0206_Fotor

3. Biblioteca Prestes Maia:

biblioteca

4. Mercado Municipal (atual Centro Cultural de Santo Amaro):

IMG_9846_Fotor

5. Casa Amarela (ex Prefeitura Municipal) – “Espaço Júlio Guerra”:

casa_amarela_1

6. Teatro Paulo Eiró – Painel Júlio Guerra:

painel_paulo_eiro
painel_paulo_eiro2

7. Santa Casa de Misericórdia:

santa casa santo amaro

8. Praça Santa Cruz:

praca_santa_cruz

9. Santuário da Mãe de Deus:

IMG_9893_Fotor

10. Ponte Estaiada Otávio Frias de Oliveira:

estaiada_Fotor

11. Palmeira Jerivá ou Jurubá (deu nome à região e ao Rio Jurubatuba):
DSC02524_Fotor
DSC02528_Fotor

12. Templo Messiânico – Solo Sagrado:

templo_messianico

13. Catedral da Fé – João Dias – IURD – Igreja Carismática:

IMG_9876_Fotor

14. Represa Guarapiranga:

Barco-a-vela-Poli-Naval-106-11-Fto-Cecilia-Bastos-045

15. Cacique Caiubi:

anchieta

16. Paulo Eiró:

paulo_eiro
paulo_eiro_painel3

17. Júlio Guerra:

julio_tratada

18. Belchior de Pontes:

SAM_0209_Fotor

19. Hípica Santo Amaro:

hipica1
hipica2

20. Fonte Petrópolis:

fonte3

Anúncios

Unidos, por um Santo Amaro Melhor

Estudantes e Estudiosos

O presente espaço na Internet:
“Santo Amaro Cultural”, pensa em todos quantos amam e vivem nesta terra; pensa em quantos aqui se criaram e educam seus filhos.
Pensa nos Estudantes e nos Estudiosos, que buscam o saber, para sua competência desenvolverem; para desenvolverem seu espírito cidadão.
Sem saber e sem consciência não há cidadania e o progresso não avança.
Todos precisamos estudar, sempre.
Aqui, queremos dar destaque aos valores de Santo Amaro, como um grande polo de desenvolvimento, da maior e mais brilhante cidade do Brasil, um espaço nobre de São Paulo, na Zona Sul.

Santo Amaro tem História e tem muitas e belas tradições.
Sim, Santo Amaro tem muitas e belas tradições, que são a alma de seu povo.
Santo Amaro foi Município, até 1935, quando foi anexada por São Paulo.
Santo Amaro, desde o séc. XVI, tem personalidade própria.
Nos alvores de nossa civilização, por aqui trabalharam grandes evangelizadores e humanistas, como os Pes. Manuel da Nóbrega, Manuel Paiva, Leonardo Nunes e o Irmão/Pe. José de Anchieta, no processo de consolidação de São Paulo e arredores.
Por aqui perambularam o Patriarca da Pauliceia, João Ramalho, Bartira e seus filhos.
Como muitos outros, por aqui missionaram luminares, como os Pes. Belchior Pontes e João Pontes.
Mesmo anexado a São Paulo, Santo Amaro preserva sua personalidade própria e não quer esquecê-la.

Santo Amaro é terra de artistas, como: Paulo Eiró, do Pe. Belchior de Pontes, Júlio Guerra, Edmundo Zenha, Adolfo Alves Pinheiro e tantos mais.
Enfim, Santo Amaro foi e é ainda um espaço de artistas e de iluminados. É também uma terra de empreendedores.
O sítio propõe-se como um Arquivo confiável, a ser consultado, pelos que querem redescobrir Santo Amaro.
Este é um espaço de amor a Santo Amaro.

CANTO À MINHA TERRA

Como primeira postagem deste sítio, na Internet, apresento um poema de nosso poeta Casimiro de Abreu:

santo_amaro_santoTodos cantam sua terra
Também vou cantar a minha
Nas débeis cordas da lira
Hei de fazê-la rainha.
– Hei de dar-lhe a realeza
Nesse trono de beleza
Em que a mão da natureza
Esmerou-se em quanto tinha.

Tem tantas belezas, tantas,
A minha terra natal,
Que nem as sonha o poeta
E nem as canta um mortal!
– É uma terra encantada
– Mimoso jardim de fada –
Do mundo todo invejada,
Que o mundo não tem igual.

                                                                                   Santo Amaro

Entre muitos motivos de grande orgulho, Santo Amaro foi terra de Bandeirantes, personificados na gigantesca estátua de Borba Gato, o grande ícone desta região.
Os Bandeirantes contam-se entre as maiores glórias do Brasil.
A estátua de Borba Gato é uma das mais destacadas obras do artista plástico Júlio Guerra, também Santamarense.